quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Grandes obras de Engenharia: O Burj Khalifa

            O Burj Khalifa, localizado na cidade-emirado de Dubai, é o maior arranha-céu já construído pelo homem, com seus 828 metros de altura. A construção conta com 160 andares habitáveis, área construída de aproximadamente 334.000 m2 e possui o topo localizado a mais de 844 metros acima do nível do mar, graças à altitude do local em que se encontra.
            O prédio de dimensões impressionantes foi construído ao longo de mais de 4 anos, entre 2004 e 2009. Seu nome significa Torre de Khalifa, sendo que inicialmente seria chamado de Burj Dubai, porém foi rebatizado devido a um empréstimo de US$ 10 bilhões concedido pelo xeque Khalifa Bin Zayed Al Nahian, para pagamento de dívidas contraídas pela obra.

A concepção do Projeto
















            A concepção do Burj Khalifa buscou fazer utilização do que existe de mais moderno em termos de Engenharia e Arquitetura. O Projeto alinhou um design arrojado com técnicas estruturais de ponta para conferir ao mesmo tempo resistência e leveza. Além disso, vários aspectos relacionados ao clima de Dubai foram considerados para que o edifício apresentasse estabilidade e durabilidade.

Fundação
A fundação é constituída por uma placa de concreto com cerca de 4 metros de espessura e volume total aproximado de 12,5 mil m3. Essa, por sua vez, é apoiada sobre 194 estacas de 1,5 m de diâmetro por 43 metros de profundidade. O concreto utilizado em sua confecção foi um auto adensável especial, que passou por uma série de testes para verificação do comportamento em condições específicas e em grande volume, antes da execução em si.

Estrutura
            Sua estrutura foi feita em concreto armado de alto desempenho até o andar 156, sendo que acima, aplicou-se principalmente aço estrutural, o steel frame. Além disso, reforços pré-moldados foram utilizados nas paredes para fins de simplificação do processo construtivo. O arranha-céu conta ainda com três asas que apoiam seu núcleo, desempenhando a função de contraforte, o que permitiu uma estrutura relativamente estreita.
Além disso, essas asas ou seções fornecem um aspecto semelhante a um Y ao Burj Khalifa, o que, associado ao formato cônico da construção, ajuda a contrariar os fortes ventos e tempestades de areia da região, contribuindo com a estabilidade.

Fachada
            A fachada é constituída por uma mescla de pele de alumínio e vidros de alto desempenho, os chamados cristais de revestimento, responsáveis por um isolamento térmico eficaz da edificação. Foi necessária a aplicação de cerca de 26 mil painéis, totalizando aproximadamente 170.000 m2.

Acabamento
            O revestimento interior do Burj Khalifa foi cuidadosamente pensado para refletir a cultura da região. Ele faz uso de materiais como vidro, pedra polida, estuque e texturas artesanais, que misturados com as mais de 1000 obras de arte adquiridas para adornar o local, cumprem perfeitamente seu papel.

Burj Khalifa: Cultura, Tecnologia e Genialidade


            O Burj Khalifa não impressiona simplesmente por ser o maior prédio já feito pela humanidade. Ele é uma mistura de modernidade e tradição, onde tecnologia e cultura convivem em perfeita harmonia. Algo que expressa bem essa composição é o fato de que quando olhado de cima, o prédio possui o formato de uma flor de 6 pétalas chamada hymenocallis, cultivada em Dubai e na Índia.
            O maior arranha-céu do mundo é um símbolo da capacidade humana de vencer limitações através de criatividade e esforço. Tudo o que representa e a forma como foi capaz de fazer uso da tecnologia sem deixar de lado a tradição, explicam porque ele é uma Grande Obra de Engenharia.

Fonte das imagens:
http://www.uxzeal.com

7 comentários:

  1. Adorei todas as fotos e conteúdo!

    www.valdeirvieira.com

    ResponderExcluir
  2. Muito bom o trabalho! Vou utilizar algumas informações. Qual foi a fonte utilizada? Para eu colocar como referência bibliográfica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá João, tudo bem? Peço desculpas pela demora. Como já informado em um dos posts, fiquei um tempo sem realizar publicações e acompanhar o blog devido ao processo de elaboração do meu TCC. Caso ainda seja de seu interesse a fonte, utilizei mais de uma, mas a mais relevante foi um vídeo da National Geographic, que você encontra nesse link https://www.youtube.com/watch?v=34qPrGW2mWM

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Bruno, gostei do conteúdo, vou replicar sua postagem e usar as fontes que você indicou, parabéns pelo material.
    se puder postar mais coisas sobre steel frame agradeço.

    Abraço
    Alexandre Brito
    www.essenicahold.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ok Alexandre! Já tem um tempo que não preparo postagens por falta de tempo, mas estou preparando um pacote de novos conteúdos e vou colocar o tema na pauta!

      Excluir