domingo, 15 de setembro de 2013

Grandes Obras de Engenharia: A Basílica da Nossa Senhora da Paz

            Ao falar da maior basílica do mundo, talvez o leitor espere por alguma construção localizada no Vaticano ou em outro ponto da Europa. Isso não causaria nenhuma surpresa, já que a região pode ser considerada como o berço do Catolicismo e conta com algumas das mais belas e emblemáticas igrejas.
            Curiosamente, porém, a Basílica da Nossa Senhora da Paz fica localizada no continente Africano, mais especificamente na Costa do Marfim, na cidade de Yamoussoukro. Sua altura é de cerca de 158 metros e a área interna é de aproximadamente 8.000 m2, conferindo-lhe a capacidade de abrigar 7.000 pessoas sentadas e 11.000 em pé. O tamanho impressionante, a importância religiosa e a arquitetura privilegiada, atraem todos os anos milhares de turistas para a região.

A concepção do Projeto


            Projetar e construir uma obra de cunho religioso é algo extremamente complexo. Ela representa a tradição de um povo e deve ser pensada para refletir isso em cada mínimo detalhe, tanto do ponto de vista artístico quanto arquitetônico. Isso influencia nas características estruturais da obra, já que traz elementos que exigem métodos construtivos específicos. A partir disso, destacaremos as técnicas e os materiais utilizados na composição da basílica.

Estrutura e Vedação


            A Estrutura da basílica é inteiramente baseada em concreto armado. Ela faz a utilização de pilares e vigas em toda a sua extensão, com colunas que, além de sustentar o peso da edificação, contribuem com a estética do local, visto que deixam passar a luz vinda de belos vitrais que vedam o local e permitem a iluminação natural.
            Esse sistema elimina, quase completamente, a aplicação de alvenaria na parte inferior da construção, de forma que ela foi mais utilizada acima das colunas, logo abaixo da abóbada, onde pequenas paredes são intercaladas com janelas.

Cobertura


            A cobertura da basílica é feita através de uma abóbada, um sistema arqueado que cobre um vão entre paredes sem sustentação em sua região central. Sua utilização, de um ponto de vista construtivo, é interessante, pois ela resiste a esforços tanto horizontais quanto verticais, suportando o peso próprio da edificação e os efeitos externos.
Esse estilo é uma herança antiga que, apesar de haver passado por diversas modificações, remete ao período gótico, onde as catedrais deviam ser altas e exuberantes e os arcos eram utilizados como forma de indicar o céu, ou seja, Deus. Uma particularidade que diferencia a Basílica da Nossa Senhora da Paz é o belo desenho de uma pomba, feito através de vitrais e que encima a abóbada.

Materiais

            Um aspecto que merece atenção diz respeito aos materiais utilizados na construção. Os mais aplicados foram o mármore, o aço, o concreto e o vidro, sendo que boa parte foi importada da Europa. Isso exigiu um acurado controle logístico e diversas estratégias de planejamento e administração de recursos, permitindo a execução em tempo hábil.

A Engenharia, os homens e suas crenças


            Desde a antiguidade o homem se esforça para construir templos que reflitam o amor por suas crenças. Em todas as partes do mundo é possível encontrar amostras disso e a grandiosidade de muitas delas pode impressionar até aos mais céticos.
            A Basílica da Nossa senhora da paz expressa bem essa questão e mostra o quão longe é possível ir em prol daquilo que se acredita. Dois aspectos que confirmam isso são o alto valor, de aproximadamente 300 milhões de dólares, e o curto período de execução, de cerca de 3 anos, entre 1985 e 1989. O resultado foi uma construção que graças à imponência, valor cultural e religioso, tornou-se uma Grande Obra de Engenharia da atualidade.

3 comentários:

  1. Muito bom!

    http://valdeirvieira.com/onda-carioca-condominium-club/

    ResponderExcluir
  2. Muito interessante é ver que nesta construção temos exato o mapa da terra plana e a abóbada representa como a nossa terra é protegida por algo semelhante a vidro fundido selado pelas bordas por imensos paredões de geleiras que circundam toda a terra formando assim a Antartida. Muito interessante gostaria de saber quais foram os arquitetos desta obra arquitetônica.

    ResponderExcluir